Ligar os pontos. Minha mãe dizia que olhar as estrelas tinha a ver com isso. Lá em cima é como aqui embaixo, Jackie. Você precisa procurar as coisas que nos conectam. Encontrar os jeitos com que nossos caminhos se cruzam, nossas vidas se interceptam e nossos corações se encontram. Me sinto incapaz de começar essa resenha de outra maneira. Na verdade, pra qualquer lado que eu olhe é difícil começar essa resenha, pois os sentimentos que Em algum lugar nas estrelas me despertou são difíceis de exprimir em palavras. Terminei a

Se engana muito quem acha que para ser um fotógrafo basta comprar a câmera e sair por aí apertando um botão. Além de questões de estudo e “olhar”, o equipamento fotográfico vai muito além da câmera. Existem inúmeros acessórios fotográficos que acredito serem indispensáveis e que facilitam muito a vida do profissional. Resolvi trazer 5 acessórios fotográficos que estão na minha wishlist desde que adquiri minha câmera (uma Nikon D7100). Como cada câmera tem suas peculiaridades, principalmente em questões de marcas, eu não vou colocar nenhum site, apenas te mostrar o produto e

Nunca imaginei que usaria o blog para falar sobre um tema como esse, apesar de ser jornalista. Porém, acompanhando as últimas notícias, sinto que preciso de todos os veículos possíveis para compartilhar informações e combater o que a mídia tradicional está se esforçando muito: esconder o que está acontecendo com o Espirito Santo. Uso este post não só para apresentar fatos, mas esclarecer algumas realidades que cercam o universo midiático. Antes de mais nada, como a população está sendo nossa maior fonte de informação, vamos ao contexto. Acredito que não

Em dezembro fui convidada a participar de um projeto que duraria dois meses entre várias blogueiras e instagrammers. A ideia era assistir, durante janeiro e depois em fevereiro, seis filmes de uma temática específica. Como fiquei ao saber que Studio Ghibli era a a temática do primeiro mês? Encontrei um torrent com todos os filmes do estúdio de 1984 a 2014. Mal pude me conter de alegria, e assisti muito mais do que os seis filmes necessários e reassisti vários (notaram que fiquei uns dias sem postar né? culpa desse post!

Para escrever sobre qualquer jogo da Paradox Entertainment, uma Bíblia não seria o suficiente. Talvez no máximo, com muito carinho, um bom começo. Com isso em mente, decidi oferecer uma opinião sobre porque o delicioso Stellaris (steam) merece sua atenção, dinheiro, e tempo de vida. Concebido pela empresa como uma forma de abrir seu catálogo de jogos cult para um grupo mais abrangente (ou, pelo menos, de nicho, algo que Grand Strategy sempre foi dentro do mercado de games). Stellaris é um “4x”, – termo inicialmente humoroso para a (sub)categoria de

1 2 3 65 Page 1 of 65