Foi em meados da década de 50 e que o nerd surgiu como um jovem inicialmente conhecido pelo estereótipo da inteligência acima da média, aparência franzina e inadequação social. Com a origem imprecisa do termo, a mais difundida acaba sendo uma versão da década de 1950, em que certos membros de uma empresa canadense chamada Northern Electric Research and Development, conhecida pela abreviação N.E.R.D., eram poucos sociáveis e que não faziam outra coisa senão trabalhar dia e noite em suas pesquisas. Para Pereira (2008, apud SILVA, 2014, p. 4), “o

Existe sempre um momento em que você para e pensa sobre todas as escolhas da sua vida. Se disse a coisa certa, se era realmente necessária aquela discussão ou se a omissão tinha sido realmente uma boa opção.  O problema é que a gente só pode descobrir depois de ter acontecido, e depois de acontecido não podemos mudar. Mas não em Life is Strange. Eu não sabia exatamente sobre o que esperar quando resolvi comprar esse jogo. Sendo bem honesta, eu não sabia sequer o motivo de comprá-lo, já que

Setembro é o mês da campanha de conscientização sobre a prevenção do suicídio. De repente, as minhas redes sociais foram inundadas de postagens sobre o Setembro Amarelo, tanto de divulgação quanto de gente se disponibilizando a escutar os problemas de quem quer que estivesse precisando, ou até mesmo de gente reclamando e problematizando quem queria ajudar. Mas sabe de quem eu não vi sequer um comentário sobre o assunto? O foco de toda a campanha. Toda uma sociedade anônima que sofre de depressão e constantemente planeja tirar a própria vida. Então eu

Pessoas são instáveis, vagarosas e egoístas. Não são confiáveis, em absoluto. Um dia te abraça e te beija, no outro abraça e beija outro. Qual a necessidade de se manter alguém assim por perto senão por masoquismo e a própria insegurança? Você quer fazer parte de algo. Eu quero estar fora de tudo. E você diz que não vivo por eu não querer me rodear de semelhantes que lutam para ser diferente… de uma maneira igual. Veja bem, a sua concepção de vida da minha se provam bem controversas. Quem

Achados e perdidos

garota olhando através do vidro

Eu me perco dentro das coisas facilmente. Dentro de hobbies, objetivos, sentimentos e pessoas. Eu me perco porque provavelmente nunca me encontrei. Eu me procuro. Sei onde estou, mas me procuro em outros lugares. Medo de me achar, talvez? Eu me perdi em você. Me perdi enquanto me procurava. No meio do caminho, eu te baguncei. Eu tirei suas coisas do lugar e não devolvi, derrubei seus ornamentos e empurrei os móveis. Perturbei sua calmaria. Sinto muito. Eu tenho esse péssimo hábito que toma o controle de mim quando não

1 2 3 58 Page 1 of 58