BTS the Wings Tour em São Paulo: Eu fui!

Texto escrito pela minha irmã, K-popper fã de BTS e que foi (e me arrastou) para o show deles em São Paulo.

O BTS the Wings Tour foi uma experiência completamente nova para mim. A experiência já começou com a viagem para fora, passando pelas horas na fila com outras fãs tão apaixonadas quanto eu.

Antes do show se iniciar passou nos telões vários dos MV deles, com acompanhamento das fãs já aos berros e cantos. Os meninos entraram dando início a primeira música, Not Today. A performance, os vocais e os raps foram excelentes, os meninos são muito mais bonitos pessoalmente, devido que estão naturais, sem toda a maquiagem e o photoshop.

Há uma consideração forte dos meninos com o Brasil desde o The Red Bullet EP.2 (tour da maioria de suas músicas, além das mais populares) no país em 2015, pois devido à viagem estavam exaustos e as fãs brasileiras cantaram todas as músicas em coreano, dançaram e gritaram muito, os surpreendendo por ser algo incomum nos outros países, fazendo-os se animar.

As fãs brasileiras ganharam destaque no fandom (ARMY) desde então por serem sempre citadas pelo BTS nas entrevistas quando perguntados qual país ou show foi o mais memorável, além dos projetos feitos por nós que se tornaram mundiais.

Entre eles temos o fanchant “We Love You” durante o solo “Reflection”, do líder Rap Monster, após a fala “I wish I could love myself”, que até ocasionou uma mudança na letra em que ele diz no final “Yes, I do love myself”. Há também o coro no final de “Spring Day”, que há durante a música mas não há no palco, ambos criados para a TWT. O coro de Spring Day foi realmente lindo, quando as fãs o realizaram fizeram os meninos se emocionar e chorar nos dois dias de show, sou B-ARMY com orgulho, rs.

Todos eles dançam muito bem, é hipnotizante ver as performances de Fire, I Need U, Am I Wrong, 21st Century Girls, que são danças muito bem elaboradas e divertidas. Diversas emoções são passadas pelas suas músicas, que são produzidas por eles próprios, como mensagens sobre temas recorrentes como a depressão e o suicídio (I Need U), padrões sociais em que te incentivam a provar o contrário do que dizem ou te confortar quanto a si mesmo.

Nos álbuns recentes (HYYH, WINGS, YNWA) há uma grande história sendo contada. Eles retratam que a fase após a juventude é muito confusa, repleta de dificuldades e insegurança, dizendo aos seus ouvintes que não estão sozinhos e precisam continuar firme porque o seu momento mais belo da vida irá chegar, caso contrário você será julgado e ficará preso no inferno, se sufocando com os seus pecados (recomendo que siga a primeira opção, rs); houve um vídeo exclusivo para a exibição durante o show (VCR) sobre essa história com momentos lindos que fizeram as fãs irem aos prantos.

Eu não costumo sentir intensamente meus sentimentos em momentos como estes (eu gostaria de poder), no início do show eu não estava ciente do que eu estava vivendo. Tive um choque ao ver o BTS entrar no palco. Era ELES, meus ídolos que moram do outro lado deste mundo, ali na minha frente. Eu não chorei durante todo o show como imaginei que aconteceria, mas chorei durante o solo do SUGA e os últimos trinta minutos de show porque EU NÃO QUERIA QUE ACABASSE (Não posso deixar de dar os devidos agradecimentos à minha irmã por me proporcionar uma ótima vista do solo do SUGA, me segurando em suas costas durante todo o solo, rs).

A dor nos pés, a voz rouca e o cansaço valeu a pena por cada segundo deste show, em que os meninos falaram português conosco: “Tá bom?”, “Graças à vocês me sinto melhor”, “Agora eu estou muito feliz”, sambando conosco, choraram, sorriram, cantaram e dançaram. Eles são muito dedicados e amorosos, adoraria ir de novo a um show deles, como V disse: “Brasil, o tempo passou muito rápido”, espero que se passe rápido novamente.


Lembre-se que você pode até não gostar de K-pop, mas que seja pelo tipo de música. Jamais alicerce seus gostos baseados em preconceitos. Para ler mais sobre isso, leia o artigo: Você é xenofóbico com K-pop sim.
Related Posts

10 Discussion to this post

  1. Stefanie O. disse:

    Que amoooor! Queria ter ido, mas não deu, meses antes do show eu me mudei pro Rio 🙁 cry hahaha
    Arrasou!

    http://www.generoproibido.blogspot.com.br

  2. Nath disse:

    OMGGGGG!! Que invejinha brancaaaa de você!
    Queria muito ter ido. Eles vão para Australia na sexta e eu não vou poder vê-los [apenas 3 horas de voo daqui] ://
    Ainda estou esperançosa de ver o show no Brasil quando eles voltarem no futuro [eles amam o Brasil <33].
    Amo muito todos hahaha

  3. Bruna Morgan disse:

    Ahhhhhhh, eu queria ter ido nesse show com a minha irmã *-* só que um show que me dá dor por ter perdido foi do BIGBANG D:
    Deve ter sido maravilhoso ver os meninos de perto e ver a dança deles!

    • Jade Amorim disse:

      Bruna, foi incrível mesmo, pena que não conseguimos ficar na arquibancada! E não se preocupe que os idols vão voltar e você há de conseguir ir! ♥

  4. Carol Sena disse:

    eu gosto de k-pop, pra dançar não tem coisa melhor, nossa não tem coisa melhor que ver de pertinho nossos ídolos né non? Que bom que você pode ter esse momento, guarda no coração ein.

    BTS the Wings Tou

  5. Babi disse:

    Menina ,não me julgue mas eu nem sei o que é K-pop.
    Mas eu imagino como deve ter sido sensacional ter ido no show desse grupo que você é fã.

    Beijos

    Meu mundinho quase perfeito

    • Jade Amorim disse:

      É música pop coreana, é bem legal, viu? Se gostar de pop e músicas mais dançantes, dê uma chance. Tem outras mais românticas e tranquilas e etc, mas essas eu já não conheço tanto! :/

      Beijos!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *