Game sul-mato-grossense estreia na Steam

Recentemente contei para vocês sobre o game sul-mato-grossense para PC Nine, que tinha sido aprovado pela Steam Greenlight e seria em breve distribuído mundialmente pela plataforma (confira a notícia aqui). Hoje fui informada que a data de lançamento do jogo é dia 23 de janeiro. E, para comemorar, resolvi resgatar uma entrevista feita para o meu TCC, para mostrar um pouco mais sobre o trabalho dessa startup.

Responsável por movimentar cerca de US$3 bilhões apenas no país, de acordo com dados levantados por uma pesquisa do BNDES, o mercado de jogos digitais é promissor e fomenta o sonho de muitos jovens. Em Campo Grande – MS, a oportunidade para seguir esse sonho é ofertada pelo Senac, que oferece um curso técnico em Jogos Digitais.

Foi com a primeira turma deste mesmo curso que a Baiacu Games passou a existir. Em entrevista, o gerente de projetos e developer da Baiacu Games, Erick Gomes, nos conta um pouco mais sobre como foi a trajetória e os projetos atuais da empresa.

Pra começar, nos conte um pouco sobre a Baiacu, qual a história de vocês?
PrintScreen do jogo Bolsomito vs Jan Wils no Google Play.

PrintScreen do jogo Bolsomito vs Jan Wils no Google Play.

Bem, nós somos alunos do curso de desenvolvimentos de jogos digitais no Senac. A turma começou com 20 alunos e no meio do curso alguns alunos começaram a conversar sobre montar um grupo de desenvolvimento. Decidimos esperar para ver se mais alguém iria sair do curso, até que restaram 10 pessoas, e esses 10 decidiram fundar a Baiacu Games, com o principal objetivo de por o curso para funcionar. Então alugamos uma casa, compramos as mesas e cadeiras, e usamos nossas próprias máquinas para trabalhar.

A Baiacu Games existe a quanto tempo? Quais projetos já foram desenvolvidos de lá pra cá?

A Baiacu desde março de 2016. Prontos nós já temos: Pizza Time, CG Adventure, Color Cannon, Flappy Baiacu, Bolsomito Vs Jan Wils, As Pedaladas de Gilma e Black or White.  Em andamento temos Nine, Polyworld e o Anima Mea.

A maioria dos jogos desenvolvidos pela Baiacu Games são para celular. Pode-se dizer que Nine é o primeiro game para PC que vocês desenvolvem?

Sim, a maioria dos projetos foram para celular por serem mais simples. O Nine é nosso primeiro grande projeto.

Como surgiu a ideia para o desenvolvimento de Nine?

O Nine ia ser a principio somente um jogo de labirintos, mas uma um dos nossos desenvolvedores disse que tinha um labirinto já pronto e que ia fazer um jogo de terror com ele. Isso alimentou a imaginação do grupo todo e acabamos dividindo as funções: um ficou com o enredo, outro com a música,  outros com a programação e arte. Quando testamos a versão alfa, decidimos tocar para frente.

Vocês apresentaram o Nine ao público recentemente durante a Anime Revolution 2016. Como você considerou que foi a receptividade do público ?

Muito boa, muitas pessoas nos perguntaram quando que ele seria lançado, e a maioria delas se surpreendia quando falávamos que nós havíamos desenvolvido o jogo.

 

Pouco tempo depois, vocês disponibilizaram o jogo na Steam Greenlight. Como é o processo ?

Nós precisamos criar uma conta na Steam e comprar a permissão para publicar na Greenlight. Com isso, a conta da Baiacu ganha privilégios de conta de desenvolvedor. Publicamos os jogo com 2 trailers e várias imagens para a votação.

Como você avalia a recepção da comunidade da Steam?

Foi bem mixa, a internet não é um lugar muito bonito. Tivemos muitos comentários ruins, mas também tivemos muitos comentários encorajadores, dando dicas e ajudando. Assim que nós recebermos a notificação da Steam dizendo que querem nosso jogo na loja, Nine estará disponível. E por enquanto estamos focados apenas nele, pois a comunidade da Greenlight espera que o jogo fique melhor, para aí sim votarem nele.

Imagem de divulgação.

Confira a página de Nine na Steam, o jogo estará disponível a partir de amanhã por 3,99$. Não sabemos ao certo ainda o valor em reais, por conta da correção monetária diferenciada da plataforma. Favoritem e coloquem na lista de desejados, em breve o blog estará trazendo uma resenha completa do jogo.

Para mais informações e contato com os desenvolvedores, curta a página da Baiacu Games.

 Parte do conteúdo desta matéria foi publicada na CapiNerd, site também de minha autoria.
Related Posts

2 Discussion to this post

  1. Babe, meu amor que legal essa sua entrevista ❤

    Apesar de não ser tão ligada em games quanto você, conheço alguns amigos que vão gostar desse jogo. Parabéns pelo post!
    Beijão, Jade

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *