Raposa Crítica
Freebie Banco de Ideias
Resenhas
TOP COMENTARISTA SETEMBRO

O horror asfixiante e grotesco de Uzumaki

Em clima de halloween, optei por trazer essa semana a resenha de um mangá que me perturbou dias a fio. Uzumaki – A Espiral do Horror é um quadrinho japonês de 1998 do autor Junji Ito, famoso no japão por suas histórias do gênero horror.

manga-uzumaki-espirais-junji-ito-volume-1Com apenas 3 volumes, divididos em 19 capítulos, Uzumaki conta a história de uma pequena cidade chamada Kurozuchou, que é amaldiçoada não por uma pessoa ou entidade, mas por um padrão: espirais. Esse hipnótico padrão está por todos os lugares. Ele se manifesta em pequena escala: conchas, samambaias, redemoinhos na água e no ar. Ou em grande escala: marcas em formato de espiral no corpo das pessoas, a obsessão insana do pai de Suichi, a voz da cóclea em seu ouvido interno. Conforme a loucura vai se espalhando, os habitantes da pequena cidade vão ficando cada vez mais envolvidos, como em um redemoinho no qual não há retorno.

Primeiro de tudo, é importante relembrar que o gênero horror tem uma premissa genuinamente diferente do gênero terror. Enquanto o terror busca te assustar com grandes cargas de adrenalina e medo, o horror busca te paralisar, com suspense, situações grotescas e perturbadoras, agindo principalmente na sua mente.

E é nessa atmosfera do horror que, com seu traço carregado, Junji Ito irá te bombardear com acontecimentos frenéticos e assustadores. Logo na primeira sequência do mangá somos levados para uma insana série de acontecimentos que culmina numa morte aterradora. É como se Uzumaki estivesse te dando as boas vindas, e te mostrando exatamente para quê ele está ali.

Toda a trama se desenrola contando sobre o cotidiano da cidadezinha que vai sendo deturpada pelas espirais do horror, cada vez de maneira mais drástica. Junji Ito soube muito bem construir, página a página, a suavidade com que as espirais vão se infiltrando na rotina e no psicológico das personagens, construindo uma atmosfera de horror asfixiante em que você, como leitor, é incapaz de identificar o que acontecerá a seguir.

junjiito_uzumaki_gif01

Apesar do casal de protagonistas, Kirie e Suichi, não terem tanto desenvolvimento pessoal no decorrer da obra e algumas reações deles diante de algumas situações serem um tanto quanto apáticas, é interessante observar como o autor foi capaz de cadenciar no decorrer da história a degradação física, emocional e psicológica desses personagens ao ponto de você sentir aquele mesmo desespero na pele.

Uzumaki foi lançado no Brasil pela editora Conrad em meados de 2006, porém não se saiu muito bem em vendas na época e com a falência da editora posteriormente, é bastante difícil de conseguir as edições no país. Porém, para quem tem interesse em apimentar o halloween com uma história de arrepiar os cabelos (e te deixar paranoico por alguns dias) pode ler a obra online em inglês ou em português sem qualquer ressentimento.

A mente humana em 'O Sorriso da Hiena'
Eis o famoso pampa d'A Casa das Sete Mulheres
'Meu amigo Dahmer' e como a negligência social colabora no desenvolvimento de monstros

14 comentários
  • Bia Travesso

    MEU DEUS! Primeira vez que vejo alguém falando desse mangá que tanto amo <3 Conheci a história por causa do filme (já viu? é meio ruim mas é legal haha) e quando o mangá veio para o Brasil foi aquela felicidade.. Conheço muita gente que não gostou justamente por achar que é uma história de terror e acabam dando de cara com uma das melhores tramas psicológicas que já li (tô falando bem demais? haha)
    Beijinhos :*

    Responder
    • Jade Amorim

      Sinceramente o mundo precisa conhecer esse mangá!!! ♥ Eu não conhecia a obra quanto o mangá veio para o Brasil, eu acho que nem comprava mangás na época, aí acabou que eu não comprei eles (mas eu gostaria muito, aguardo ansiosamente um relançamento, o que pode inclusive vir pela Darkside Books ♥).
      Tá falando demais não, viu? Adoro quando as pessoas conhecem as obras que eu gosto e começamos a conversar sobre! Inclusive, esse pré-conceito que as pessoas tem com a obra é um grande problema né? Acaba que deixam de conhecer coisas que provavelmente adorariam!
      ps: não vi o filme não.

      Beijos! 😉

      Responder
  • Tary Belmont

    Quero muito ler esse manga, Estamos com um dos volumes em casa, mas não achamos os outros, estou esperando completar para ler até hoje </3

    Bites!

    Responder
    • Jade Amorim

      Tary, é extremamente difícil encontrar as edições desse mangá aqui no Brasil, pelo menos por enquanto. Dá uma conferida no Mercado Livre e na Estante Virtual. De qualquer forma, disponibilizei links para a leitura online também!

      Obs: Caso te interesse, estou sorteando uma Consultoria para Blog em comemoração ao aniversário do meu blog. Dá uma conferida: http://jadeamorim.com.br/blogversario1-sorteio-consultoria-para-seu-blog/ 😉

      Responder
  • Karolini Barbara

    Que top! Cara só de ler a resenha já deu curiosidade. Gosto muito de gêneros assim (horror e terror).

    Beijos
    Karolini
    womenrocker.blogspot.com

    Responder
    • Jade Amorim

      Fico feliz que tenha gostado, Karol. Se ler me conte o que achou. 🙂

      Responder
  • Bruna

    Uau! Já copiei o link aqui para poder ler depois. Gostei muito do que você falou sobre o mangá, me interessou demais! Particularmente acho que o horror/terror oriental mais intenso e envolvente que o ocidental. Obrigada pela dica! beijos!

    Responder
    • Jade Amorim

      Eu também tenho essa impressão sobre o terror oriental, é uma vibe completamente diferente né? Fico feliz que tenha gostado, quando ler vem me contar o que achou! 😀

      Responder
  • Viviane Oliveira

    Babe, confesso que não curto muito manga e afins.
    NÃO ME ODEIE, POR FAVOR .

    Mas como sempre o seus posts me fazem dar uma nova oportunidade para coisas que não sou tão chegada assim. Adoro isso em você. Saiba disso ❤ Então, como ele tem esse clima de terror que me atrai vou tentar ler.

    Beijão, Jade.

    Responder
    • Jade Amorim

      A minha intenção é não só mostrar o que as pessoas já gostam, mas exatamente trazer coisas diferentes e mostrar que formato é só formato e que histórias maravilhosas existem em todos os lugares! <3

      Responder
  • letras e costuras

    nossa! não conhecia, já vou add no meu skoob para próximas leituras! e adorei ter online!
    =***

    Responder
    • Jade Amorim

      Aproveite e não esqueça de me contar o que achou! 😀

      Responder
  • Paloma

    OI moça!
    Amei seu blog!
    Eu li esse mangá a um tempão, mas me lembro até hoje do quão boa e bizarra ela era hahaha
    Deu até vontade de ler de novo♥

    Um beijo

    Responder
    • Jade Amorim

      Bem vinda, Paloma! De fato, ele é uma daquelas histórias que fica na nossa cabeça para sempre! haha

      Responder

Receba as novidades: