Raposa Crítica

Raposa Crítica

Freebie Banco de Ideias
Resenhas Literárias
GUIAS TERA ONLINE

É na hora do aperto…

Depois de marcar e desmarcar este encontro incontáveis vezes, Deus conseguiu dar uma burlada nos 6 bilhões de pessoas que ficam lhe fazendo pedidos de cinco em cinco minutos apenas para lhes resolver problemas pessoais.

J: Então, Deus, como é ser o Pai de todo um mundo?

D: Não é fácil, isso eu posso lhe garantir. As pessoas parecem como as crianças humanas, ficam me pedindo coisas a toda hora, e isso cansa!

J: Como o Senho se sente com todos esses pedidos?

D: Não deveria me sentir mal, eu gosto de ajudar. Mas o que realmente me comove é ver que quando eles conseguem o que desejam, se esquecem de agradecer. Dizer de outra forma seria que eles só se lembram da minha existência quando estão com alguma dificuldade, caso contrário, nem se lembram que eu existo.

J: O que você acha do papel da Igreja nisso tudo?

D: Desde o início da igreja, ela me decepcionou. Não me lembro de ter dito para matarem em meu nome, para se matarem em meu nome e muito menos julgar os outros. Os humanos mal intencionados estão se aproveitando da fé do próximo.

J: Qual é o Seu recado para os humanos que lerão esta entrevista?

D: Que não se esqueçam de agradecer, que acreditem no que fazem e que nunca desistam. Eu estou aqui para ajudar, não para tomar partido por vocês, se vocês quiserem e fizerem por onde, vocês vão conseguir!

J: Obrigado pela breve entrevista e que os humanos atendam mais às Vosas expectativas.

Pauta para o TDB: Qual seria sua entrevista perfeita??? A idéia é que vocês façam uma entrevista imaginária com qualquer pessoa que desejem. Pode ser o Zac Efron, o Obama, um cientista que alega descobrir a cura da AIDS, um ex-amor. Enfim, é do tipo de pauta, viagem-na-maionese-geral!

_____________________________________________

Isso foi para esfregar na cara de certas pessoas que eu acredito sim em Deus, e o que o fato de não frequentar a igreja é o motivo citado acima. Queria falar mais, muito mais, porém temos um limite de caracteres que eu acabei estourando!

Ahh, aquela janelinha antes do mural de recados é o Twitter, quem quiser me acompanhe lá!

If i were the president of Brazil…
Promoção – Descobrindo as Delícias da Leitura
Resenha – The Walking Dead

Receba as novidades:

Ser diferente, é normal.

É impressionante a quantidade de pessoas que vejo tentando se enquadrar na sociedade. Muitas deixam de ser o que são para fingir ser alguém que talvez possua mais chances de se enturmar e ser bem recebida pelos outros.

Alguns seguem um estereotipo, geralmente uma celebridade ou pessoa importante, achando que se forem iguais a elas, se darão tão bem quanto. Mas na verdade, ninguém gosta de imitações.

A melhor coisa que uma pessoa pode fazer para se destacar é ser ela mesma e não tentar ser uma outra pessoa, afinal de contas, aí ela seria igual e não única.

Toda pessoa possui qualidades e defeitos, porém dependendo do modo como os usa, suas qualidades podem se tornar defeitos e vice e versa. Isso é apenas uma questão de saber lidar consigo mesmo e com os outros. Ninguém é igual, e isso é normal.

Imagine que, se todos fossem iguais, todos iriam gostar do mesmo tipo de musica, profissão e pessoa. É por isso que não é correto falar de uma forma generalizada sobre as pessoas, elas não são farinha de um mesmo saco, não mesmo.

E apesar de muitos acharem ruim, isso é a melhor coisa que poderia existir, afinal, sem isso não existiríamos, não teria como vivermos em união. Cada um com sua função, por mais simples que seja, faz toda a diferença.

Não tente ser como os outros para que, no fim, o mérito de todas as suas conquistas sejam suas, e não deles.

Pauta para o TDB – A sugestão foi de Leila. Ela ouviu esses dias a frase "Todos nascemos originais e morremos cópias" e ficou pensando no assunto. Afinal, copiamos uns aos outros o tempo inteiro. Queremos fazer parte de um grupo? Temos medo de ser diferentes? E quando é o contrário, e alguém tenta copiar tudo o que somos e gostamos?

______________________________________________________

O meu post de ontem foi imenso, não foi? Desculpem, prometo não fazer mais posts enormes assim, devo ter desanimado muitas pessoas…

O que acharam do novo layout? Eu amei apesar de ter ficado horas mexendo com ele.

Esse "Home, Perfil, Orkut" eu modifiquei, portanto o Home é o blog em si, o Perfil meu perfil do blogger onde vocês podem conhecer meus outros blogs e o Orkut é o link do meu orkut. Mas atenção, como eu ainda não aprendi a fazer uma outra janela assim que clica no link, recomendo que vocês cliquem com "abrir em uma nova janela" para continuarem conectados com o blog!

Quem ainda não pegou os selinhos é só clicar aqui.

O post eu me baseei em uma amiga tudodebloguete, esse assunto me dá nos nervos… E hoje (16/03) eu recebi o e-mail da Naty justamente com o tema que eu tinha postado ontem (15/03), portanto, eu não vou escrever de novo, apenas dei uma atualizada! =)

If i were the president of Brazil…
Promoção – Descobrindo as Delícias da Leitura
Resenha – The Walking Dead

Não deu pra assumir!

Seria meio bizarro afirmar que todos os três relacionamentos que eu tive na minha vida – ficadas ou algo mais sério – sempre foram às escondidas. Cada um com seu respectivo motivo, algumas vezes provocado por mim, ou não.

O meu primeiro relacionamento verdadeiro foi via internet, mesmo eu nunca tendo visto-o pessoalmente, apenas conversando pelo telefone e pelo meu estimado msn, eu nunca amei tanto uma pessoa quanto a aquele loirinho. O grande e verdadeiro amor da minha vida que foi arrancado de mim a menos de um mês de ele vir me visitar, daria a minha vida por ele. É claro que não podíamos assumir, afinal, que mãe de uma garota de treze anos deixaria com que isso acontecesse? Acho que nenhuma…

O segundo foi numa fase de "ninguém me ama, ninguém me quer", a minha prima era louca por aquele cara, eu fiquei com ele. Preciso dizer porque ninguém podia saber? Acho que não…

O terceiro eu já teria contado para todo mundo a muito tempo se o mesmo não fosse tão inseguro, como eu digo, é um namoro não assumido. Estou cansando dessa brincadeira, apesar de que com ele sinto uma estabilidade imensa.

Porém, entretanto, todavia, a vida é minha, os amores são meus, porque eu tenho que sair contando para Deus e o mundo os meus casos e namorados? Não culpo esses famosos que ficam se escondendo, privacidade é bom, e eu gosto!

Post para o TDB – E vocês? Já passaram por uma relação "não – assumida"?

If i were the president of Brazil…
Promoção – Descobrindo as Delícias da Leitura
Resenha – The Walking Dead

Segredo é segredo, certo?

Sinceramente, nunca fui uma pessoa muito honesta, nem mesmo comigo. Existem segredos tão infames e profundos que procuro não pensar neles, acho que fazendo isso acabaria traindo alguém. No fim, isso acabou fazendo com que minha vida se tornasse um emaranhado de aparências e falsidade.

Não falsidades ruins; sempre tentei manter o máximo de verdade possível, sempre busquei não mentir para os outros. O fato é que sempre me importei muito com o que as pessoas queriam ouvir e não com o que eu de fato sentia.

O meu segredo mais profundo, na verdade não é meu, e esse nem anonimamente eu postaria! Porque tal fardo foi confidenciado a mim por uma medida de confiança extrema, e trair essa confiança seria a pior coisa que eu poderia fazer. Acho que não conseguiria conviver comigo mesma, pois as pessoas que lessem não saberiam quem eu era, mas eu saberia. E isso é o que importa, afinal de contas.

Texto para o TDB – O que você postaria anonimamente?

If i were the president of Brazil…
Promoção – Descobrindo as Delícias da Leitura
Resenha – The Walking Dead

Robert Pattison x Oompa Loompa

Terceira parte do Trote do Tudo de Blog, eles foram maus, muito maus!

Explicações básicas:

• Escrever o post em Portunhol
• Postar até as 23h59 do sábado 07 de março
• O tema desta vez será: Descreva o sexy appeal dos Oompa Loompas e defenda porquê você prefere um Oompa Loompa como namorado do que o Robert Pattinson.

Robert Pattison x Oompa Loompa

Yo no sey o que miran de bello en lo tal Robert Pattison. Só gratcias ao fato del ser gostoso, fuerte, grande, de ojos vierdes e mucho carismático. Lo bueno myesmo son los Oompa Loompa, ellos son baxotitos, gorditos, com aquelas barriguitas que van balançando de uno lado para el otro e nos haciendo perder los sentidos, encuando nos entopem de chocollate para ficarmonos igual a ellos. Él Robert Pattison con tueda su beleza que mi perdone, mas los Oompa Loompas son lo máximo!

Sim, o texto está totalmente errado. Mas esse é o Portunhol e o que eu disse é exatamente isso, só que tudo ao contrário, okaay?

Trocar o Robert pelos Oompas Loompas, é a mesma coisa que trocar o Brad Pitt pelo Zé Bonitinho! Os Oompas Loompas que me perdoem, mas o Robert é tipo, GOSTOSO PRA CARAMBA²!

If i were the president of Brazil…
Promoção – Descobrindo as Delícias da Leitura
Resenha – The Walking Dead
Página 72 de 82
«1 ...686970717273747576... 82››

Receba as novidades: