Raposa Crítica

Raposa Crítica

Freebie Banco de Ideias
Resenhas Literárias
GUIAS TERA ONLINE

Conheça Naoki Urasawa, meu mangaká favorito

Quando eu fiz a minha primeira tatuagem, eu fiz um morcego atras da orelha. Me lembro até hoje de ouvir meu pai perguntando "porque ela não fez uma borboletinha que nem uma garota normal?". Não era um morcego qualquer, mas uma homenagem. Era o Billy Bat, da obra do mesmo nome, de Naoki Urasawa.

O mangaká já conta com duas obras lançadas no brasil pela Panini Mangás: Monster e 20th Century Boys. Já foi anunciado também o lançamento, ainda em 2017, de uma terceira; Pluto.

Conhecido pelo traço simples e a narrativa voltada para o público adulto, Urasawa já foi muito premiado. Dentre todas as suas histórias, a minha favorita é Pluto. Ele recebeu o prêmio Shogakukan Manga Award três vezes, Tezuka Osamu Cultural Prize duas e o Kodansha Manga Award uma.

O Império Final (Mistborn) e os Melhores Quotes da VIDA!
Wishlist Literária para a Back Friday
Como sai da maior ressaca literária do ano

Receba as novidades:

O que aprendi com 8 anos de blog e porquê não escrevo pra você

Mais cedo eu estava aqui pensando com meus botões sobre como o BEDA é exaustivo. Sobre como criar conteúdo de qualidade toma tempo e como eu poderia fazer tantas outras coisas. Também parei para refletir como eu poderia ter lido quatro vezes mais livros se eu não estivesse tão dedicada ao blog. Ou poderia ter avançado muito mais no desenvolvimento da minha empresa.

Mas também pensei, enquanto olhava um post que tinha acabado de publicar, que era uma playlist só com músicas de Drag Queens, como eu amava o meu espaço e me orgulhava dele.

Ele é só meu e tem o meu jeito.

Eu li muito sobre blogosfera. Estudei, aprendi. Eu trabalho com marketing digital e muita gente acha no mínimo irônico que eu não seja nenhuma digital influencer. Eu jamais serei.

5 atividades de rotinas na minha vida de blogueira
Quando amar se tornou uma maldição
[ FREEBIE ] Tenha sempre o que postar no blog com o Banco de Ideias

Os Defensores da Marvel e como defender o indefensável?

Não existe pessoa mais indignada do que eu mesma com o que pretendo escrever na resenha que se segue. Eu queria muito, muito mesmo, estar aqui para louvar Os Defensores. Eu amo a franquia e esperei anos ansiosamente por cada uma das temporadas solo e, finalmente, pela junção. Prova disso foi a maratona imediata pelo meu Banco de Séries.

Mas eu não posso. Eu não estaria sendo honesta comigo mesma se chegasse aqui dizendo que a série é ótima. Não consigo nem dizer que a série é boa. Posso dizer que ela é legal. Tem umas sequência de lutas decente. Funciona como entretenimento, mas quem ovacionou Demolidor e Jessica Jones sabe que o nível despencou muito.

E antes de mais nada já vou avisar que não acompanho os quadrinhos. Esses reboots eternos não fazem meu estilo. Apesar de que fui atrás dos fãs de Iron Fist e da franquia para tirar algumas dúvidas. Gente… tinha coisas ali que eram inconcebíveis.

As Coisas que eu Aprendi Depois que eu LI!
A diversidade em 'A longa viagem a um pequeno planeta hostil'
Resenha – Liberte meu Coração

Por que Noragami está muito além de um shounen?

Acompanho a história de Noragami desde que o primeiro anime da série foi lançado em 2014. A história parecia ser uma dessas aventuras misturadas com comédia para passar o tempo. Mas… pera aí, porque eu to chorando?

Quando conheci esse anime, despretensiosamente, tomei um belo de um tapa na cara. E, logo, tive que agregá-lo a minha lista de histórias do coração. Não que a história não seja regada a bastante ação e comédia, mas ela vai muito além disso. E quando digo muito além. É muito. Muito mesmo. De verdade.

A história é sobre Yato, um Deus de casta menor muito pobre. Yato costuma pegar pequenos serviços por apenas 5 yen. Ele se chama de "Deus Delivery", e costuma deixar seu telefone onde apenas pessoas com problemas conseguem enxergar. Sua meta é juntar uma grande fortuna para criar um templo para si mesmo, para um dia ser adorado e louvado.

As Coisas que eu Aprendi Depois que eu LI!
A diversidade em 'A longa viagem a um pequeno planeta hostil'
Resenha – Liberte meu Coração

Playlist DragRace – lypsync for your life

Eu amo RuPaul's Drag Race. Amo mesmo. Aquelas Drags são as minhas vida, Bianca Del Rio é minha inspiração diária e a dona do meu mantra de vida (Not today, Satan. Not today.). Quando eu pensei em criar as playlists semanais, tive certeza que uma dessas playlists seria com as minhas queens.

E, para ajudar, essa semana tivemos a notícia que vai ter RuPaul's Drag Race Brasileira! COM A MAMA RU E TUDO.

Então tivemos motivos duplamente incríveis para comemorar e fazer essa playlist dragrace mais do que maravilhosamente representativa.

Tentei escolher tanto drags lá de fora quanto as nossas divas. Obviamente, como eu estou mantendo o padrão de 10 músicas por playlist, não deu para colocar todas, mas podem continuar indicando hinos nos comentários, viu? Amo conhecer novas vozes!

O Império Final (Mistborn) e os Melhores Quotes da VIDA!
Wishlist Literária para a Back Friday
Como sai da maior ressaca literária do ano
Página 9 de 83
«1 ...5678910111213... 83››

Receba as novidades: