Raposa Crítica
Freebie Banco de Ideias
Resenhas Literárias
GUIAS TERA ONLINE

Os sonhos irlandeses de Carina Rissi em 'Quando a Noite Cai'

Vou começar essa resenha com uma frase que eu provavelmente serei muito julgada por todos: eu nunca tinha ouvido falar de Carina Rissi.

Aparentemente ela é o novo fenômeno literário brasileiro. E eu nunca tinha notado o nome dela. Já tinha ouvido falar de vários de seus livros, visto diversas capas, mas não fazia ideia de quem ela era. Muito menos de que ela era da terrinha.

E olha, eu entendo totalmente o sucesso que essa mulher está fazendo.

Ela sabe como nos envolver em suas histórias.

Por mais que eu tivesse uma ou outra ressalva quanto à suas escolhas ou estilo de narrativa, ao longo da leitura eu me via rindo e segurando a respiração. Carina Rissi sabe como nos levar num daqueles ritmos de livro sessão da tarde que vão te fazer esquecer o mundo!

Briana Pinheiro é o que a gente pode chamar de azarada. Completamente. Absolutamente. Por onde ela passa, calamidades seguem. Coisas quebram, voam e macham. Claramente isso a  impede de ficar no mesmo emprego por muito tempo. Uma semana geralmente é um recorde. Só que ela não pode se dar ao luxo de ficar sem trabalhar, pois sua família está passando por dificuldades e precisa muito de uma grana extra.

Essa falta de sorte da nossa protagonista começou na mesma época em que seus estranhos sonhos. Quando a noite cai, Briana é teleportada para a Irlanda medieval, onde ela vive um intenso romance com um guerreiro irlandês.

A narrativa engrena quando Briana encontra Gael. Ou melhor, é atropelada por ele.

As melhores coisas nascem em Cork

Eu não sou de falar palavrão no blog, sempre busco ser muito comedida e profissional em minhas resenhas, mas vamos abrir um adendo aqui pro Gael: que homão da porra.

Ele tem todo o pacote clichê de galã. Ele é rico, bonito, educado e muito charmoso. Ah, e nesse caso específico, ele é a cara dos irlandês dos sonhos de Briana. Literalmente. E ele oferece a ela um emprego. E como ela precisa mesmo de dinheiro, ela aceita, ainda que sabendo que precisará se esforçar muito para não se apaixonar por seu chefe. E que a sorte não está a seu lado.

Eu reconheceria aquele rosto em qualquer lugar do mundo, até dormindo, dopada ou depois de ser atropelada. Como poderia ser diferente? Ele aparecera em meus sonhos nos últimos cinco anos. Era o rosto de um anjo. Do meu anjo guerreiro.

— Quando a Noite Cai

O romance é o ponto forte da trama. Misturando os dois universos (o atual e dos sonhos de Briana), você descobre uma história de amor intensa e verdadeira. E fica querendo TANTO entender qual é a relação de tudo isso!

Mo chuisle mo chroi

Eu to cansada de falar que romance não é minha linha principal de interesse na literatura. Principalmente porque eu adoro quando eu to cansada e pego um desses livros para ler e descansar. Então vou desistir dessa minha convicção. Romance é minha praia sim. Minha praíssima.

E Carina Rissi, pelo menos foi o que senti enquanto lia Quando a Noite Cai, é uma escritora incrível pra esse gênero. Mesmo tendo mesclado com fantasia e com uma ou outra escolha narrativa que eu não curto muito (nada exatamente digno de nota, só preferencias pessoais minhas que impediram o livro de ganhar cinco estrelas), ler esse livro foi como assistir uma comédia romântica na Sessão da Tarde.

Muito mais que suas palavras, foi o que vi em seus olhos que mexeu tanto comigo. Aquele homem imenso e forte se abria para mim, afinal, e o que eu vislumbrava em sua alma eram apenas destroços e desespero. Ele perdera o amor uma vez. E temia que acontecesse de novo.

— Quando a Noite Cai

Leve, divertido e interessante. Clichê?!

Sim, COM CERTEZA.

Clichezíssimo, vários deles.

Mas o clichê muitas vezes funciona e é gostoso demais se souber ser usado. Eu só queria entender uma coisa, qual a obsessão das escritoras com protagonistas de cabelos vermelhos E complexadas com seu cabelo?! Li Inventei Você? e em seguida Quando a Noite Cai. Seria um sinal?

Só de que estou paranóica, né, maybe.

Quando a Noite Cai
Título da obra: Quando a Noite Cai
Autoria: Carina Rissi
Páginas: 476
Gênero: Fantasia, Romance
Editora: Verus Editora
ISBN: 9.7885768658E+12
Ano de publicação: 2016
Onde encontrar: SkoobGoodreads
Onde comprar: AmazonSaraivaSubmarino
Sinopse: Briana Pinheiro sabe que não é a pessoa mais sortuda do mundo. Sempre que ela está por perto algo vai mal, especialmente no trabalho. Por isso é tão difícil manter um emprego. E a garota realmente precisa de grana, já que a pensão da família não anda nada bem. Mas esse não é o único motivo pelo qual Briana anda perdendo o sono. Quando a noite cai e o sono vem, ela é transportada para terras distantes: um mundo com espadas, castelos e um guerreiro irlandês que teima em lhe roubar os sonhos... e o coração. Depois de ser demitida — pela terceira vez no mês! —, Briana reúne coragem e esperanças e sai em busca de um novo trabalho. É quando Gael O’Connor cruza seu caminho. O irlandês de olhar misterioso e poucas palavras lhe oferece uma vaga em uma de suas empresas. Só tem um probleminha: seu novo chefe é exatamente igual ao guerreiro dos seus sonhos. Enquanto tenta manter a má sorte longe do escritório, Briana acaba por misturar realidade e fantasia e se apaixona pelo belo, irresistível e enigmático Gael. Em uma viagem à Irlanda, a paixão explode e, com ela, o mundo de Briana, pois a garota vai descobrir que seu conto de fadas está em risco — e que talvez nem mesmo o amor verdadeiro seja capaz de triunfar...
O assassino mais WTF de 'Destroçados'!
Bullet Journal Literário: organize suas leituras em 2018!
Tony & Susan, o livro que inspirou Animais Noturnos

Receba as novidades:

14 comentários
  • Babi

    Oi Jade.Tudo bem?
    Jura que você nunca ouviu falar da Carina?Não te julgo porque eu ja fiz bastant disso.
    Ainda não li esse livro dela ,mas estou um pouco curiosa para ler.
    O ruim dela é que eu sempre acho que ela.esta imitando alguma outra autora , mas realmente ele é um nome em destaque na literatura nacional atual

    Beijão

    Meu mundinho quase perfeito

    Responder
    • Jade Amorim

      Babi, realmente só fui ouvir falar dela recentemente por causa das meninas que converso no instagram. Perdãaaao! hahahaha
      Eu não senti isso de ela estar imitando outras autoras em Quando a Noite Cai, não sei nas outras obras dela. Quando eu for ler outros títulos, vou prestar atenção pra ver se tenho esse feeling. Beeeijos!

      Responder
  • Diovana Cougo de Vargas

    Oiii, quero tanto ler esse livro, conheci a Carina quando ela tinha dois livros apenas: Procura-se um marido e perdida, agora ela tem muitos outros e quero muito arranjar um tempo para ler, pois amei os dois que citei, as histórias são mt bem contadas e os personagens todos bem carismáticos.

    Fiquei com mais vontade de ler ainda dps que li sua resenha ❤

    Beijos,
    Pinguimtagarela.blogspot.com.br

    Responder
    • Jade Amorim

      Oi Diovana, eu ainda não tive a oportunidade de ler nenhuma outra obra da Carina, mas pelo visto ela lança livros numa velocidade absurda, né? E todos eles sempre super elogiados!
      Espero que consigamos ler todos eles o quanto antes! 😉

      Responder
  • Luana Souza

    Eu confesso que não estava gostando muito da ideia desse livro porque me soou meio 50 tons de Cinza, sabe? (odeio esse livro) Mas depois logo fui me encantando, pois a Carina é uma das únicas romancistas que conseguem me fazer AMAR romance água com açúcar. Geralmente eu leio romance, mas com fantasia… MUITA fantasia… mas a Carina me faz amar esses clichês haha. Eu amei esse livro, mesmo eu não sendo meu favorito dela 🙂

    Responder
    • Jade Amorim

      Luh, eu também tenho pavor de 50 tons (não consigo entender como tem gente que gosta daquele absurdo!) e até assustei a hora que li seu comentário. Realmente Carina não tem nada a ver com esse tipo de história e ela é uma delícia de se ler. É bom variar um pouco os gêneros, não é verdade? 🙂

      Responder
  • Duds

    Pior que eu também nunca tinha ouvido falar nessa autora 🙁 Fiquei bem interessada, apesar de não gostar muito de clichês, acho que a leitura pode ser leve e interessante <3

    Responder
    • Jade Amorim

      Duds, clichês definitivamente não estão nas minhas predileções, mas sabe quando a gente está cansado e não quer pensar demais? Acho que esse tipo de livro é gostoso para esses momentos, para relaxar e se divertir. Se você procurar algo nesse estilo, podemos afirmar com certeza que Carina Rissi é uma boa pedida, bem sessão da tarde! 😉

      Responder
  • Gabriela Soares

    Ai, cê não tem ideia da vontade louca que eu tenho de ler esse livro! Nunca li nada da Carina (você não tá sozinha haha), mas sempre ouço falar muito bem dela e ver tantas resenhas positivas só atiça a minha vontade de dar uma chance pra essa mulher!
    Um beijão,
    Gabs | likegabs.blogspot.com ❥

    Responder
    • Jade Amorim

      Gabi, leia sim! Fazia muito tempo que eu não lia nada nacional e apaixonava desse jeito! E sabe, tem uma coisa que é super verdade sobre brasileiro: sabemos escrever comédia como ninguém, então comédia romântica bem novelão você pode ter certeza que nos livros da Carina é garantido! hahaha

      Responder
  • Carol Sena

    eu estou louquinha pra ler esse livro logo, mas tenho que terminar a prisão do rei primeiro, amo a Carina, já li quase todos os livros anteriores dela e esse promete ein, adorei sua resenha principalmente o 'homão da porra' hahah

    Blog Entre Ver e Viver

    Responder
    • Jade Amorim

      Carol, que bom que gostou da resenha! hahaha
      Eu não conhecia a Carina mas agora estou morrendo de vontade de ler as outras obras dela. Viu que ela lançou um livro novo chamado Menina Veneno? Beeijos!

      Responder
  • Bruna Morgan

    Olha, eu também nunca ouvi falar dela, essa é a primeira vez huahuahua. E a capa não me chama a atenção porque parece muito contos de fadas, e esse tema não é um dos meus favoritos.

    Responder
    • Jade Amorim

      Menina, não vou negar que envolveu um bocado de fantasia, mas tem muito é o bom e velho romance e comédia também. Fiquei sabendo que os outros livros dela não tem nada dessa temática mais fantasiosa, vai que tu curte? 🙂 Beeijos!

      Responder

Receba as novidades: