Raposa Crítica
Freebie Banco de Ideias
Resenhas
SORTEIO ATIVO

Pra quê spoilers? Entenda a síndrome Game of Thrones

Cersei te despreza.

Eu tenho 52 séries ativas na minha grade de séries. Isso significa que, em algum momento do ano, cada uma dessas 52 duas séries que eu vejo sai temporada nova. Geralmente eu tenho de 10 à 15 saindo episódio toda semana ao mesmo tempo. Sabem quantos spoilers tomo dessas séries? Nenhum.

Eu assisto uma média de 150 episódios por mês e não tomo nenhum spoiler. Eu já contei pra vocês que é tanta coisa para manejar que eu preciso de um Banco de Séries para organizar minha grade.

Uma das poucas exceções são séries como: Game of Thrones, Vikings, The Walking Dead (nem assisto, mas entra na regra). Aí vocês sabem por quê?

Porque são séries mais disseminadas entre o público comum. A pessoa pode até não ter o hábito de assistir séries, acompanhar as temporadas… mas ela assiste o que  é popular e tá todo mundo falando. Essas séries são chamadas de mainstream, basicamente aquelas que se popularizaram. E podemos chamar as pessoas que "não podem ficar de fora do assunto do momento" de normies.

A síndrome Game of Thrones

Apesar de eu ter mencionado algumas várias séries ali no começo, sabemos que Game of Thrones é algo bem aquém de todo o resto. Bom, é o maior fenômeno e tem tudo que um blockbuster pode pedir: ação, peitinhos, sangue, magia, dragões e gente morrendo o tempo todo. Alguém tinha dúvidas?

E é por isso que eu gosto de usar a série como o exemplo perfeito para falar sobre como normie (vou tratar assim a partir de agora para ficar mais fácil, ok?), é sem educação. E, inclusive, é por isso que eu chamo a minha humilde teoria de merda sem qualquer fundamentação teórica de síndrome de GoT.

O normie não se contenta em assistir o episódio e ficar quietinho na dele. Afinal, ele está assistindo porque é o assunto do momento e quer fazer parte do rolê. Logo, não faz sentido ele ficar de boas. Mas tem que ser na stream ao vivo da HBO porque é "fã de verdade". Hrr Drr Dracarys Hrr Drr.

Ele também não ficará satisfeito em compartilhar spoilers e debater o episódio apenas com quem assistiu com ele. Ou um grupo. Ou sei lá, publicado seus sentimentos, sua emoção. Não, a pessoa precisa narrar o que acontece no episódio, e se tiver twitter então… Narração ao vivo. Os cara são quase os Galvão Bueno da HBO.

Eu não assisti um episódio sequer da sétima temporada de Game of Thrones, mas eu sei tudo que aconteceu. Mesmo eu quase não tendo tempo nas últimas semanas de acompanhar minhas redes sociais, as coisas simplesmente brotaram no meio da minha cara. E olha que não tenho muitos amigos que sejam de fora do meio dos seriadores, vulgo, ficam mais de boas.

Ah, para não dizerem que estou de preconceito: tem uns sem educação no meio também, viu? Não é exclusividade de normie não. Sempre tem aqueles abençoados que não ligam pra spoilers e gostam de ser babaca com os outros, mesmo sabendo que é algo completamente desnecessário.

E o mais engraçado é que eu não to nem ai pra spoilers, muito menos de GoT que é uma série que eu espero a season inteira lançar antes de assistir porque acho que é uma daquelas séries que tu parece que assiste assiste e assiste e não acontece nada. Mas né, tem  ação, peitinhos, sangue, magia, dragões e gente morrendo o tempo todo, então mesmo que seja ruim é bom.

Mas isso não muda o fato de que disseminar spoilers é uma completa falta de educação. A pessoa pode até, como eu, não se importar de ler, mas está deliberadamente estragando a experiência de quem se importa. O que faz dela um babaca. Assista a série porque gosta dela e acha ela foda, xingue e expresse seus sentimentos nas redes sociais, marque que está assistindo, tudo bem, mostre pro mundo já que precisa tanto. Mas não precisa narrar "as cenas mais fodas". Respeita o coleguinha.

A não ser que você ache que você ache que não precisa e que o problema não é seu. Aí já é um problema de caráter mesmo. Aí não tem nada que possamos fazer além de desfazer amizade e dar aquele block suave. 🙂

[ AUTOESTIMA ] Você já se elogiou hoje?
BEDA: Impressões finais e porquê não valeu a pena
'Meu amigo Dahmer' e como a negligência social colabora no desenvolvimento de monstros

8 comentários
  • Lilia Marcelino

    Me desmotiva demais quando pego algum spoiler, twitter então, tenho que ficar longe quando é domingo e esteja passando Game of Thrones ou The Walking Dead. Eu assisto as duas e gosto de GoT, mas vejo o quão é chato ficar enchendo em todo lugar que passa com sua reação, passa dos limites. O twitter fica praticamente insurpórtavel, muita gente querendo pagar de cool porque vê Game of Thrones e querem chamar atenção pra ter muitos likes, muitos retweets, isso é muito chato. Gosto bastante da série, mas o fandom é chato pra caramba. E o pior, a série ta chegando ao fim, mas esse comportamento infelizmente sempre continua, duvido nada daqui a 2-3 anos surgir mais um "vício do momento".
    E isso vale não só pras séries do momento, como também pra música. Odeio forte rixa entre quem tem mais grammys, quem sobe nos charts, quem tem mais visualizações no youtube. "Ah o seu artista não tem 100 milhões de views, chupa que eu meu tem". As pessoas hoje não tem mais noção, tudo vira uma competição. É chato pra caramba.

    Responder
    • Jade Amorim

      Realmente é um negócio irritante demais, Lilia. Tudo que explode e vida hit, sempre tem os fãs que vão encher as paciência. Fandom é sempre um problema, querendo atenção, competir, contar vantagem, querendo "mitar".

      Responder
  • ins

    É algo realmente chato, porém é algo que eu vejo acontecer bastante antes mesmo de GoT surgir. Sabes que eu "trabalho" com animes, então, é algo bem comum e que já está aí há bastante tempo. Você mesma já deve ter se deparado com casos envolvendo, principalmente com animes mais mainstream e hypados. É claro que não no mesmo patamar, pois estamos falando aqui de algo que atinge um publico muito maior. Mas bem…
    É triste ver GoT ser usado como exemplo para retratar algo de caráter ruim, mas eu não te culpo, pois é um exemplo bem válido.

    Responder
    • Jade Amorim

      Ins, de fato, isso é um problema que envolve qualquer fanbase. Usei got de exemplo mas qualquer coisa pode servir, afinal, é uma questão comportamental.

      Responder
  • Rayanne Buchweitz

    Oi! Infelizmente eu faço parte do rolê que comenta demais nas redes (twitter sempre hahah) mas juro juro juro que me contenho em só berrar e não narrar nada, no máximo as vezes solto um rt em alguém narrando mas é sem querer. As vezes a gente tá tão animado do rolezão cheio de ação massa e na expectativa da próxima cena que sai sem querer mesmo.
    Agora pros chatos que costumam fazer de propósito (como mandar vídeo de uma das mortes mais tristes em uma outra série e aconteceu comigo) é de querer meter tapa mesmo! Custa ficar de boa?????? aaaaa

    Responder
    • Jade Amorim

      Ray, eu entendo total a empolgação porque de vez em quando eu me sinto nesse sentimento também. Mas é como tu disse, tem gente que é de propósito só pra pagar de cool, misericórdia né? Ninguém merece.

      Responder
  • Larissa

    Cara, eu acho um saco esse auê todo nas redes sociais. Eu assisto GoT mas eu tomo spoiler mais mesmo é de TWD, tem sempre um dito cujo na minha lista de amigos que ta lá vendo na data de lançamento e sai narrando CADA PEDAÇO DA HISTÓRIA… Eu não ligo de receber spoiler já que eu sempre vou acabar assistindo mesmo, mas me incomoda esse auê todo onde as pessoas precisam mostrar pro mundo que estão vendo e sair contando tudo aos quatro ventos, é chato demais, e não adianta dar um toque pro colega já que ele ta "certão" haha ai a gente deixa de seguir/desfaz amizade xD

    Responder
    • Jade Amorim

      Larissa, e realmente é muito chato. E a pessoa não entende que o problema não é a história e a série em si, mas o comportamento dela, ela estar fazendo aquilo só para pagar de gostosona e cool de modinha. Ninguém assume isso né? :/

      Responder

Receba as novidades: